• Olá visitante, seja bem-vindo!
    Entrar | Cadastre-se
  • Tempo Hoje
    SP, Araçatuba
    min 22º
    máx 29º
  • Terça, 24 de Maio de 2016
    • Facebook
    • Twitter
    • Pinterest
    • Instagram
    • Youtube
    • Rss

Notícias / 8 de Outubro de 2015 11h00

GRAVIDEZ

Sergio Cortes explica os sintomas de gravidez em homens

0 votos
Fonte Estadão Conteúdo
Compartilhe no Twitter Compartilhe no Google Plus Compartilhe no Pinterest
Embora ocorra com mais frequência do que o que pensa a grande maioria, esse é um tema pouco conhecido e até mesmo dotado de alguns tabus. Contudo, Sergio Cortes, médico especialista no assunto, explica que o fato de homens apresentarem sintomas típicos da gestação em paralelo as suas companheiras, além de não estar relacionado ao desenvolvimento de um embrião como acontece com as mulheres, também não é considerado uma doença.

Também chamada de Síndrome de Couvade, a gravidez masculina faz com que o homem desenvolva indícios que determinam o que se chama de "gravidez fantasma". O termo "Couvade" vem do francês "couver", que significa incubar, ou seja, é como se o homem guardasse para si um conjunto de fatores dos quais ele não é originalmente "possuidor". Os sintomas vão desde náuseas, enjoos, vômitos, até outros mais aparentes, como aumento de peso e crescimento da barriga. Sergio Cortes diz que algumas pessoas acham que esses sintomas são fingidos pelos futuros pais, mas isso não é verdade, já que pesquisas constataram que é grande a porcentagem de homens que já apresentaram algumas dessas características enquanto suas mulheres estavam grávidas. O médico também explica que a possibilidade de haver algum tipo de teatro nesses casos é descartada pelo fato de que os sintomas apresentados pelos homens são involuntários.

Estão mais propensos a desenvolverem a síndrome os pais de primeira viagem, aqueles que têm muita vontade de ter filhos, os que têm grande ligação afetiva e emocional com a gestante e aqueles que apresentam um elevado índice de ansiedade, já que, embora existam algumas outras possibilidades a respeito, o mais provável e aceitável é que o quadro é uma reação física em resposta há alguma subversão psicológica, pois é comprovado que os homens apresentam mudanças cerebrais enquanto lidam com a experiência de ser pai. Isso é perfeitamente compreensível, afirma Sergio Cortes, pois é muito grande a expectativa para saber como lhe dar com algo tão importante como a paternidade. Ter dúvidas e sentir-se inseguro ou ansioso é totalmente natural nesse processo, o que para o especialista faz com que algumas teorias a respeito da síndrome que dizem que o homem desenvolve os sintomas por perceber no bebê algo que pode acabar lhe colocando em segundo plano diante da companheira não ganhem tanta força. Sergio Cortes também destaca outras linhas de pensamento, como a que diz que o desenvolvimento da síndrome é algo que demonstra o quanto grande já é o afeto do pai para com o filho, e uma que explica o quadro através do ponto de vista hormonal, já que é comprovado que os homens apresentam uma elevação de certos hormônios durante o início e o final da gestação de suas companheiras.

Para finalizar, Sergio Cortes diz que a síndrome não costuma causar distúrbios psíquicos, tornando necessário o acompanhamento de um médico apenas quando os indícios se tornam um incômodo para o casal e para os que estão mais próximos. Em situações normais, externar as emoções é o bastante para controlar os sintomas.
Website: http://sergiocortesoficial.com/

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários
0 comentários


Comentários via Facebook

2016 © - Atanews Publicidade e Comunicação LTDA ME.